03 Cuidados Jurídicos Que A Startup Precisa Ter Antes de Conquistar Um Investidor Anjo

Conquistar um Investidor Anjo requer uma série de preparos por parte da Startup. Não poderia ser diferente na área jurídica do novo negócio. Saiba quais são os 03 cuidados jurídicos essenciais que você deve ter antes de conquistar um Investidor Anjo.

Criar uma Startup não é uma tarefa simples. Apostar nesse modelo de negócio demanda conhecimento e esforços. Além disso, demanda uma série de cuidados específicos para que o seu novo negócio consiga conquistar investimentos e ser um sucesso no mercado.

Além de todo o planejamento Financeiro, Estratégico e de Marketing, a sua Startup precisa realizar alguns estudos e tomar algumas decisões jurídicas.

Uma das fases da Startup é a busca por Investidor Anjo, que, geralmente, é um empreendedor bem sucedido com ampla visão de mercado, que decide investir no seu negócio.

Você deve estar pensando qual a relação entre cuidados jurídicos e Investidor Anjo, não é mesmo?! Essa relação é mais forte do que se acredita.

Um Investidor Anjo analisa diversos fatores dentro de uma Startup. Desde o modelo de negócios até a formação da equipe que irá trabalhar na empresa.

Dessa maneira, o Investidor Anjo analisa, inclusive, como a empresa está lidando e como pretende lidar com questões jurídicas. Ter uma atenção a esse lado jurídico garante que sua Startup saía na frente na conquista de um investidor.

Esse artigo ajudará você a preparar a sua Startup com alguns cuidados jurídicos essenciais para conquistar um Investidor Anjo.

conquistar um investidor anjo

via unsplash

Saiba quais são esses cuidados:

01 – Abertura da Empresa

O maior cuidado jurídico na fase inicial da empresa refere-se à Abertura da Empresa.

No momento da Abertura da Empresa, é imprescindível o acompanhamento de um advogado para que tudo seja feito conforme à lei.

Os possíveis investidores analisam toda a documentação legal da empresa, contrato social e até acordo de quotistas.

Não deixe que a sua empresa seja apresentada na informalidade. É sabido que as despesas para abrir uma empresa não são pequenas, mas você já imaginou o prejuízo que trabalhar na informalidade pode trazer? Os investidores sim! Quanto mais formal o modelo de negócio, maior a probabilidade de encantar o investidor.

Dessa maneira, é importante ter um cuidado especial nesse aspecto para sanar todas as dúvidas dos possíveis investidores.

02 – Proteção à Propriedade Intelectual da Marca

Para encantar um Investidor Anjo, é importante ter o registro da marca em mãos. Proteger a propriedade intelectual da sua Startup é essencial para garantir bons investimentos.

O registro da marca deve ser feito no INPI e o empreendedor deve ter assessoria de um advogado para que a marca seja registrada na natureza correta e qual a sua forma de apresentação.

Pesquise sobre os setores específicos da sua empresa. Se você tem um negócio voltado para um segmento específico, busque estar em dia com as legislações específicas do seu segmento.

Às vezes, é preciso ter registro em alguns outros órgãos, além do registro no INPI, dependendo do seu negócio. Por isso, é indispensável a contribuição dos advogados nesse processo.

Ter a propriedade intelectual da marca protegida contribui para a conquista de um investidor anjo.

03 – Legislação Trabalhista

Outro cuidado importante, que muitas vezes passa despercebido, é a legislação trabalhista. Muitas vezes, os empreendedores estão focados no operacional, na montagem do negócio e deixam para pensar nessas questões quando tudo está funcionando. Mas não é bem assim!

Estar dentro das leis trabalhistas é um dos fatores analisados por alguns investidores.

Ao estruturar uma Startup, os empreendedores devem ficar atentos à formação da equipe e de como serão aplicadas as leis do trabalho.

Tenha um modelo de contratos para trabalhadores temporários. Em Startups, é muito comum contratar um funcionário por determinado para determinado serviço. Mesmo que isso aconteça, é importante que a empresa esteja alinhada à legislação trabalhista.

As chances de aumentar a sua credibilidade e confiança com o investidor é muito maior se os riscos legais forem reduzidos. E evitar ações trabalhistas é um bom planejamento para garantir que isso ocorra.

Esses são três cuidados essenciais para que o investidor anjo tenha confiança em sua empresa.

Não adianta ter um modelo de negócios perfeito em relação a finanças e marketing, se a Startup não pensar em prevenir problemas jurídicos desde a sua fase inicial.

Estruturar sua empresa de forma legal, acompanhada de uma assessoria jurídica aumenta a credibilidade dos empreendedores na hora de buscar investimento.

Vale ressaltar que a empresa precisa ter em sua rotina uma assessoria jurídica. Toda empresa precisa estar legalmente assessorada para caminhar para o sucesso. Independente do seu ramo, a empresa deve ter seus processos alinhados às leis.

Esperamos que esse artigo tenha sanado algumas dúvidas para você! Quer saber mais? Fique ligado em nosso blog!

2018-10-30T15:45:56+00:00