Advogado Para Startup: porque é necessário ter um

Você já sabe que assessoria jurídica é essencial para a sua empresa se desenvolver. Mas, você sabe por que é necessário ter um advogado para Startup? Listamos alguns motivos para que você entenda a importância de ter um time jurídico trabalhando com você!

Ter assessoria jurídica é fundamental para qualquer empresa. Não poderia ser diferente para negócios inovadores. O advogado para Startup também é necessário para que a empresa se desenvolva de  e atinja os seus objetivos.

Questões como relações contratuais, societárias, captação de investimento, questões trabalhistas e patentes fazem parte do universo das Startups e precisam ser tratadas de forma eficiente e Legal por advogados.

Uma Startup que nasce sem uma assessoria jurídica pode estar fadada ao fracasso, pois, é fundamental manter todos os processos da empresa dentro das leis, evitando gastos e despesas desnecessárias, além de manter boas relações e credibilidade.

Ainda não está convencido em contratar um escritório de advocacia para assessorar a sua startup? Esse artigo ajudará você a saber os motivos para ter um advogado na sua empresa.

advogado para startup

Via: unsplash

1. Proteger os sócios

Dentro das fases iniciais de uma startup, os sócios precisam ter em mente que a empresa deverá ser construída de forma profissional.

Mesmo com a proximidade entre os sócio, é fundamental que sejam estabelecidas relações societárias. E um advogado para startup contribuirá para que esse processo seja feito de forma legal e não traga prejuízos.

2. Proteger a Propriedade Intelectual e sua marca

Registrar a sua ideia é fundamental para evitar problemas judiciais ao longo do tempo.

A ajuda de um advogado nesse registro da marca torna o processo mais seguro. E é um momento fundamental para a startup, pois, a abertura de um registro da marca possibilita a reserva de mercado, impedindo a criação de produtos iguais e/ou muito similares.

3. Determinar o Tipo Societario

Ao iniciar um Startup, seus idealizadores estão diariamente focados em aprimorá-la para que ela chame a atenção de um Investidor, talvez este seja um dos maiores desejo dos empreendedores de um Startup.

Contudo, para que sua Startup possa receber um investimento ela precisa mais do que ser um modelo de negócio, disruptivo, escalável, recorrente e lucrativo. É imprescindível que ela esteja no Tipo societário correto, bem como no regime tributário , que será abordado mais à frente.

Deste modo um advogado será  parceiro fundamental para que sua empresa esteja registrada no tipo societário correto no momento em que estiver preparada para receber um capital investidor.

4. Contratos e leis trabalhistas

Durante cada fase de uma startup, é preciso contratar fornecedores, funcionários ou freelancers. Dessa forma, ao fechar um negócio com um deles, é essencial a elaboração de um contrato.

Ao elaborar um contrato assistido por um advogado, a startup previne-se de futuros problemas na relação de trabalho, como por exemplo um prestador de serviço requerendo o reconhecimento de vínculo empregatício, tornando as relações empresariais mais leves e confiáveis.

Assim, ter um time jurídico dando suporte a essas negociações contribuem para que a startup crie contratos cada vez mais específicos para cada serviço e fornecedor, reduzindo os riscos  principalmente de ações trabalhista e evitando prejuízos.

5. Garantir os direitos do cliente

Ao oferecer um serviço ou produto, o empreendedor precisa saber que o cliente merece receber transparência e honestidade. Um negócio criado sem transparência afasta o consumidor, gerando prejuízos, não apenas financeiros, mas também de valor de marca.

A importância do advogado para Startup, nesse sentido, é de garantir que a empresa cumpra devidamente o código de defesa do consumidor , evitando ônus para o cliente, seja na venda ou pós-venda do produto, fortalecendo assim a marca e o vínculo com o cliente possibilitando uma experiência que o possibilite fidelizar a empresa.

Visando ainda garantir uma experiência agradável para o cliente, é importante lembrar que na internet, existem leis que devem ser seguidas, que determinam a existência obrigatória dos termos de uso, que irão guiar a empresa e o cliente na utilização do produto ou serviço.

O termo de uso deve ser específico para cada modelo de negócio, adaptando-se às necessidades dos clientes e dos empreendedores.

O auxílio de um advogado torna-se necessário neste momento para que os termos de uso estejam devidamente alinhados a legislação.

6. Suporte à gestão tributária

Um dos maiores vilões dos empresários é a carga tributária do Brasil, por isso um planejamento tributário é de extrema importância para uma Startup.

Pois por estar inserida em um cenário de extrema incertezas, gastos desnecessários e tributos elevados podem levar o projeto ao insucesso.

Ainda em razão de uma enquadramento tributário equivocado uma Startup pode deixar de receber investimento, o que ocasiona atrasos e muitas frustrações ao seus idealizadores

Por este motivo, o auxílio de um advogado é imprescindível, por ser ele um profissional capacitado e constantemente atualizado com as legislações tributárias, ele poderá traçar um planejamento tributário, buscando reduzir despesas e encaixando sua  Startup em um sistema tributário ideal, evitando assim elevados gastos com tributação ou até mesmo prejuízos por estar enquadrado em um regime tributário indevido .

Concluindo…

Dito isto, você já deve ter percebido que o advogado é um grande aliado de sua Startup desde sua idealização, sendo a presença deste profissional  fundamental para a busca do sucesso de seu negócio.

Coloque a mão na massa e comece a pesquisar profissionais que se encaixem no plano da empresa, pois nada melhor do que trabalhar em sintonia!

2018-10-30T15:29:06+00:00